• kikoms

Câmara participa do lançamento do pacote de obras do Governo do Estado



A Câmara Municipal de Campo Grande participou na noite desta sexta-feira (6), do lançamento do Programa Governo Presente, um pacote de obras anunciado pelo Governo do Estado, que irá aplicar R$ 4,2 bilhões em obras para infraestrutura, saúde, educação, segurança, entre outras áreas, nos 79 municípios do Mato Grosso do Sul. O evento ocorreu no Centro de Convenções Albano Franco e contou com a presença de vereadores, prefeitos e caravanas dos 79 municípios, além das principais lideranças estadual e federal.


Os recursos para a execução das obras são procedentes do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul) e de emendas parlamentares das bancadas estadual e federal.


De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, o Programa Governo Presente mapeou entre os meses de setembro e novembro mais de mil demandas municipais nas áreas de saúde, educação, segurança e, em especial, infraestrutura. As principais delas, elencadas por prefeitos e vereadores, serão executadas dentro deste pacote de obras. ” Cada município tem as suas prioridades, como foi bom poder ouvir todas as regiões, ouvir prefeitos e vereadores para atender as reais necessidades, juntos, nós construímos um investimento de 4,2 bilhões de reais. Sou grato pelo apoio para construção do programa mais inovador e democrático da história de Mato Grosso do Sul, que ouviu as pessoas. Não tem nenhum empréstimo, isso nos dá uma alegria enorme, estamos entregando para o Estado o maior programa de oportunidades que Mato Grosso do Sul já teve”, definiu.


Os recursos prometem atender as necessidades de todas as regiões: Bolsão, Campo Grande, Conesul, Dourados, Norte, Pantanal, Sudoeste, Sul-Fronteira e Vale do Ivinhema.  O pacote de investimentos foi planejado para o triênio 2020/2022.


A ministra Tereza Cristina esteve presente no evento e afirmou que o Governo está proporcionando geração de empregos com o programa. “Hoje é uma noite de comemoração, vivemos dias complicados na economia, mas precisamos de emprego e o programa gera obras para todo Estado, muitos empregos virão e a economia será reaquecida”disse.


O prefeito de Campo Grande,  Marquinhos Trad detalhou durante o evento as regiões onde estão programadas as obras em Campo Grande.“Entre as obras programadas está a conclusão do novo acesso à UCDB (Unidade Católica Dom Bosco), pela Rua Marechal Câmara no Jardim Seminário; o recapeamento da Avenida Florestal, principal via comercial do Conjunto Coophatralho; além de obras drenagem que vão eliminar um ponto de alagamento perto do Terminal Nova Bahia, na Avenida Cônsul Assaf Trad”, frisou Marquinhos.


Para o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha, a forma como foi construído o programa, ouvindo as demandas da cidade resultará no desenvolvimento da Capital.  “Entendo que a forma como foi construída essas prioridades, ouvindo os vereadores, ouvindo o prefeito e todo secretariado, nós acreditamos que alguns gargalhos que a cidade tinha para que pudesse avançar ainda mais serão resolvidos com esse investimento do Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Campo Grande, principalmente, o acesso as moreninhas que é fundamental, o recapeamento da Avenida Mato Grosso. Então, são obras estruturantes nas grandes artérias e aquelas que ainda não existem serão abertas para que a cidade possa avançar e possa continuar crescendo e se desenvolvendo”, avaliou.


Investimentos para Campo Grande


Em infraestrutura, a região das Moreninhas vai ganhar um novo acesso, ligando o bairro ao centro. Já a Avenida Mato Grosso será totalmente revitalizada. Na área da saúde, estão previstas sete reformas no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul: hemodiálise, central de material esterilizado, CTI pediátrico, enfermaria pediátrica, centro cirúrgico, pintura externa/fachada e enfermarias do 8º andar. Também, a construção do Centro de Reabilitação Estadual, anexo ao HRMS. São dois convênios, sendo um para construção de ambulatórios, centro cirúrgico e área de ensino/pesquisa e outro para 30 leitos de internação, 10 leitos de UTI, setor de farmácia, setor de reabilitação e apoio logístico.


Ainda, na área da saúde estão assegurados aquisição de equipamentos hospitalares para HRMS. Entre eles, berço aquecido, eletrocardiógrafo, aparelho de anestesia para ressonância magnética, aparelho de raio-x, mamógrafo, ultrassom diagnóstico, sistema de vídeo endoscopia e sistema de hemodinâmica. Para o setor da educação, Campo Grande ganha aquisição de laboratórios móveis para escolas. Por fim, a cultura também recebe investimento com a restauração e modernização do Centro Cultural José Octávio Guizzo, que abriga o Teatro Aracy Balabanian, em Campo Grande.





Dayane Parron Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

10 visualizações
728X90.gif

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 Blog Kiko Cangussu