• kikoms

Mandetta lançará campanha publicitária de higiene contra coronavírus



O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou, na noite desta quarta-feira (26), que lançará uma campanha publicitária de higiene pessoal como uma das formas de combate ao coronavírus.


“Nós vamos ter que fazer uma comunicação um pouco maior para a população. A gente já tinha esse plano de comunicação, dependendo se tivéssemos um caso ativo. Então a gente deve começar uma campanha para as pessoas perceberem a importância de lavar as mãos, de ter higiene. Se caso tiver febre, tosse, entrar em contato com o telefone da Ouvidoria, o 136, a página do Ministério da Saúde, porque nessa época se produzem muitas fake news, para as pessoas terem uma informação de qualidade, ali nessa página tem um plano de contingência por estados, por cidades”, apontou o ministro.


O dia para o lançamento das veiculações, no entanto, não foi divulgado. Mandetta caracterizou as peças como “basicamente informativas”. “Conversei com o presidente hoje cedo. Ele está a par do passo a passo. É um plano de comunicação que já existia no MS, é um plano basicamente informativo  para  a população ficar tranquila pra que ela saiba quais são as medidas que deverá adotar”.


Outras medidas relacionadas à chegada de pessoas ao Brasil, também deverão ser reforçadas, explicou.


"Quando você vai para o exterior e você chega no país e aparece uma mensagem no seu celular dizendo que você tem o roaming, essas coisas, vamos entrar em contato com as empresas de telecomunicação para que a gente possa colocar uma mensagem para quem está chegando", ressaltou.


Mandetta disse ainda que existe a preocupação com uma possível subnotificação de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus na Venezuela.  "Nós temos aqui do lado a Venezuela com um sistema de saúde em frangalhos. A gente está lá lutando com difteria, febre amarela, sarampo. Como é que será que está a qualidade de informação e notificação da Venezuela? Tudo preocupa, porque você tem hoje ali dentro um país de...Toda vez que você tem classificação de informação em saúde, preocupa, né? Em saúde, você tem que ser muito aberto, transparente, estar à disposição das pessoas", concluiu.


A fala ocorreu no Palácio do Planalto, após a reunião do conselho interministerial, onde Mandetta atualizou ministros com as informações mais recentes sobre a epidemia mundial do Coronavírus, que teve na manhã desta quarta-feira (26), a primeira confirmação da doença no Brasil.


Participaram da reunião, além do ministro Braga Netto (Casa Civil), os ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Itamaraty), Sérgio Moro (Justiça), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Augusto Heleno (GSI), Tereza Cristina (Agricultura) e Jorge Oliveira (Secretaria Geral). Também participaram os secretários executivos da Economia, Secretaria de Governo, Secretária de Comunicação, Desenvolvimento Regional, Saúde, Justiça e Gabinete de Segurança Institucional, bem como representantes da Polícia Federal e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.




(Ingrid Soares)


0 visualização
728X90.gif

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 Blog Kiko Cangussu