MS ganha entidade para estimular doações de sangue e de medula óssea

April 17, 2017

 

Com o objetivo de estimular as doações de sangue e medula óssea está sendo lançado em Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (17) o Instituto Sangue Bom. A entidade é um desdobramento do projeto de mesmo nome, que foi criado em 2015 pelo professor Carlos Alberto Rezende, o Carlão, após ele ser diagnosticado com aplasia medular, disfunção da medula óssea que compromete a produção de plaquetas, e que demanda um transplante de medula.

 

O lançamento do instituto e de sua página na internet vai ocorrer às 19h30 (de MS), no auditório da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB/MS), na avenida Mato Grosso, em Campo Grande.

 

Carlão explicou que diante de sua luta pela vida, abraçou a causa e viu como missão conscientizar e mobilizar a sociedade, criando o projeto, que agora ganha proporções maiores. “Hoje temos profissionais de várias áreas, dispondo um pouco do seu tempo ou do seu talento para ajudar o próximo, nossa missão vai além da mobilização de doadores, é um trabalho de solidariedade”, ressaltou.

 

“O Instituto Sangue Bom nasce cheio de ideias e pessoas do bem. Queremos compartilhar informações quebrando preconceitos e mitos sobre doação. E vamos além, almejamos trabalhar com campanhas de doações de cordão umbilical e órgãos”, acrescentou.

 

Segundo ele, uma das principais ferramentas para auxiliar o instituto a fomentar as doações será sua página na internet. Por meio do site, ele explica que a população saberá mais sobre os caminhos para a doação.

 

 

(G1)

Please reload

RSS Feed