Protesto de servidores do estado contra reajuste zero termina em confusão na Assembleia Legislativa

June 6, 2017

 

Um protesto de servidores contra a decisão do governo do estado de manter o pagamento de abono salarial em vez de conceder aumento este ano (reajuste zero), terminou em confusão na manhã desta terça-feira (6), na sessão da Assembleia Legislativa. No momento mais tenso, houve um bate-boca entre alguns manifestantes e a deputada estadual Mara Caseiro (PSDB), que integra a base governista.

 

O plenário da Assembleia estava lotado. Lideranças do Fórum Estadual de Servidores Públicos reuniram representantes de 20 categorias para acompanhar a sessão. Eles levaram faixas e cartazes para protestar contra a decisão do governo do estado.

 

Quando a deputada estadual Mara Caseiro discursava, apresentando o cenário macroeconômico do país e do estado, para justificar a decisão Executivo de não conceder reajustes salariais este ano, ela foi interrompida por gritos e vaias da plateia. Pediu ordem e respeito e chegou a bater boca com manifestantes.

 

Em razão da confusão, a sessão chegou a ser suspensa pelo presidente da casa, Junior Mochi (PMDB), mas foi retomada poucos minutos depois, apesar das manifestações vindas do público presente continuarem.

 

Ainda durante a sessão a deputada desabafou sobre a confusão. “Nos temos que fazer o nosso papel de estar reivindicando ao governador [Reinaldo Azambuja, PSDB] uma solução para o servidor público. O que não podemos fazer é obrigar o governador a dar um aumento. Temos que mostrar que é legitima a luta e a cobrança. É isso que vamos fazer e dentro das possibilidades financeiras do estado tenho certeza que ele vai nos ouvir e ouvir também o segmento. Mas a movimentação tem que ser respeitosa e pacifica”, afirmou.

 

 

(G1)

Please reload

RSS Feed