Prefeito de Cuiabá se diz "indignado" e não explica por que pegou dinheiro

August 25, 2017

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) publicou uma nota no Facebook em que disse ter visto com “surpresa e indignação” a reportagem no Jornal Nacional, em que apareceu colocando maços de dinheiro nos bolsos do paletó.

 

Segundo a reportagem, o então deputado Emanuel recebeu o dinheiro no Palácio Paiaguás, de Silvio Araújo, ex-chefe de gabinete do então governador Silval Barbosa (PSDB)

 

Conforme a delação do ex-governador, o dinheiro seria parte do “mensalinho” para ter apoio dos deputados, obtido com o “retorno” de contratos superfaturados de empreiteiras que realizavam obras do Estado.

 

Em nota divulgada no Facebook, o prefeito disse que a notícia foi "deturpada". Porém, não explicou a origem nem a finalidade dos maços de dinheiro recebidos por ele no Paiaguás.

 

“Amigos, recebo com surpresa e indignação a notícia veiculada a minha imagem, totalmente deturpada pela noticiada delação premiada do ex-governador do Estado de Mato Grosso”.

 

Emanuel afirmou que não irá comentar o caso em razão de o processo que trata dos fatos ainda estar em sigilo.

 

“Por recomendação dos meus advogados, não vou me estender a esta acusação”.

 

O flagra

 

Além de Emanuel, a reportagem também mostrou vídeos em que a prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB,) o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), e os ex-deputados Alexandre César (PT) e Hermínio Jota Barreto também recebem maços de dinheiro no mesmo local, das mãos de Silvio Araújo – que também é delator.

 

No vídeo do prefeito, as cenas mostram que Emanuel chega deixar cair um dos maços do dinheiro, com notas de R$ 100. Ele então se abaixa para pegá-lo.

 

Já o ex-deputado estadual Ezequiel Fonseca, hoje deputado federal, recebe o dinheiro em uma caixa de papelão. O também ex-deputado J. Barreto coloca o dinheiro em uma pasta de couro.

 

Luciane Bezerra coloca os maços em uma bolsa de couro. O ex-deputado Alexandre Cesár, sentado, acomoda os maços de dinheiro em uma mochila.

 

O deputado Oscar Bezerra, marido de Luciane, declarou que a esposa recebeu dinheiro para quitar dívida de campanha eleitoral. Já Silvio César afirmou que não vai comentar a situação porque as investigações estão sob sigilo.

 

A reportagem ainda divulgou um trecho do depoimento de Silval em que ele revela o plano de pagar R$ 6 milhões para que o ex-secretário de Fazenda Eder Moraes mudasse o depoimento a respeito de um esquema de compra de uma vaga no Tribunal de Contas do Estado.

 

“Nessa conversa, expus a Blairo Maggi o pedido feito por Eder Moraes para se retratar, tendo Blairo Maggi concordado em efetuar o pagamento", afirmou Silval.

 

Segundo o ex-governador, Maggi pagou R$ 3 milhões, e ele outros R$ 3 milhões. 

 

Veja as imagens:

 

 

 

(Mídia News)

 

Please reload

RSS Feed