Bolsonaro visita Mourão e evita responder perguntas sobre preço do diesel

April 14, 2019

 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, visitou neste domingo (14/4) o vice-presidente, Hamilton Mourão, no Palácio do Jaburu, residência oficial do general. O motivo seria o estado de saúde do número 2 do governo federal, que deu entrada na noite desse sábado (13/4) na emergência do Hospital das Forças Armadas (HFA), no Cruzeiro. O Correio apurou, ainda na noite de sábado, que a consulta foi motivada por uma tendinite no cotovelo direito. A informação foi confirmada pela assessoria de Mourão mais tarde. 

 

A visita de Bolsonaro a Mourão durou aproximadamente uma hora e meia. Na companhia do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno Ribeiro, o presidente parou para cumprimentar alguns turistas e moradores da capital federal que estava nas proximidades do Jaburu. 

 

Mais uma vez, o chefe do executivo preferiu não conversar com os jornalistas, que questionaram sobre a interferência dele no reajuste do diesel, ao telefonar para o presidente da Petrobras e pedir o cancelamento do aumento de 5,7%.

 

Na manhã deste domingo (14/4), Mourão fez uma publicação no Twitter, dizendo que passaria o fim de semana "afastado do front". "Tive de passar por uma punção no Hospital das Forças Armadas, para aliviar a dor causada por uma tendinite no cotovelo direito", disse na postagem. O vice-presidente disse que já está medicado, na companhia da família e que passa bem. 

 

O procedimento feito no cotovelo de Mourão é considerado simples e tem objetivo retirar o líquido inflamatório que havia se acumulado na região, o que pode provocar, entre outras coisas, tendinite ou bursite. 

 

 

 

(CB)

Please reload

RSS Feed