Herói da Argentina, ex-zagueiro campeão do mundo morre após doença cruel

August 13, 2019

 

O futebol argentino perdeu um de seus jogadores históricos. Autor de um dos gols do triunfo albiceleste sobre a então Alemanha Ocidental, por 3 a 2, no jogo da conquista da Copa do Mundo de 1986, José Luis Brown morreu na noite de segunda-feira aos 62 anos, em Buenos Aires. "Tata" Brown sofria há alguns anos do Mal de Alzheimer.

De acordo com informações divulgadas pelo "Olé", nos últimos meses, o ex-jogador sequer requer reconhecia sua filha, Florencia. O velório de José Brown ocorrerá nesta terça-feira, na sede do Estudiantes, clube no qual foi ídolo, entre as 8h e 13h.

 

Zagueiro emblemático, José Luis Brown inicialmente foi para a Copa do Mundo de 1986 como opção a Daniel Passarella. Contudo, devido a um problema gástrico que acometeu o titular, coube a Brown o desafio de fazer parte do setor defensivo no decorrer da competição. 

Marcado pela firmeza nas divididas, Brown contribuiu (ao lado de Ruggeri e Cuciuffo) para a equipe de Carlos Bilardo engrenar na competição até chegar à decisão daquele Mundial. E, no dia 29 de junho de 1986, o camisa 5 entraria para a história: após Burruchaga alçar bola para a área, o defensor subiu mais do que a defesa da Alemanha Ocidental e balançou a rede.

O gol de cabeça na final da Copa do Mundo foi o único que Tata Brown marcou em 36 partidas com a camisa albiceleste. Na vitória por 3 a 2, que culminou no segundo título mundial da Argentina, o zagueiro ainda ficou marcado por um momento dramático: ao chocar-se com um adversário, seu ombro foi deslocado. Após rasgar a camisa 5 para improvisar o apoio no braço direito, ele seguiu em campo até o final.

Please reload

RSS Feed